Notícias


Zumbido no Ouvido

01/10/2019 você sabe o que é?


O zumbido atinge uma grande parte da população, mas poucas pessoas sabem o que de fato ele é e, pior, não sabem que podemos tratá-lo.
A grande maioria das pessoas que sofrem com o zumbido já fez vários exames, já tentou medicação e não teve resultado. E também já ouviu que é assim mesmo: zumbido não tem cura, tem que se acostumar e conviver com ele.
Mas isso não é verdade. Zumbido tem tratamento sim!
Para entendermos como funciona o tratamento, vamos primeiro entender o que é o zumbido: a pessoa que tem zumbido ouve um som sem que exista uma fonte sonora; é um som dentro da cabeça ou dentro do ouvido. Cada pessoa descreve de uma forma: alguns referem um chiado, uma chaleira; outros um apito, um grilo... isso é bem individual.
O zumbido pode ter várias causas e é por isso que se investiga a origem do zumbido antes de iniciar o tratamento. O mais importante é saber que o zumbido não é uma doença, ele é um sintoma.
O que talvez você não saiba é que entre 80% e 90% dos pacientes que tem zumbido, tem perda auditiva.
Acontece assim: as células do ouvido deixam de enviar alguns sons para o cérebro. Como estava habituado a esses sons, o cérebro começa a buscar esses sons que não entram mais, os neurônios se agitam, batendo uns nos outros. Essa agitação dos neurônios é que causa esse ruído interno, esse som tão incômodo dentro da cabeça.
Por isso, o primeiro passo para se livrar do zumbido é passar por uma avaliação audiológica, que inclui a audiometria. Se for constatada a perda auditiva, a primeira suspeita é de que o zumbido venha mesmo dessa perda.
Ao contrário do que você pode estar pensando, essa é a melhor hipótese porque, tratando a perda auditiva com o uso de Aparelhos Auditivos, a tendência é de que o zumbido amenize ou até desapareça por completo. Se não tiver perda auditiva associada, o tratamento com terapia sonora também é indicado porque vai mascarar o zumbido e fazer ele amenizar ou até mesmo desaparecer.
O mesmo Aparelho Auditivo vai tratar a perda auditiva e o zumbido. Ele terá regulagens específicas para um e para outro.
Então, lembre-se: o zumbido tem tratamento, você não precisa se acostumar a ele.